Telefone: (41) 3699-8600(Centro) - (41) 3699-8700(Cachoeira)
prefeitura  | 

» Dengue Aqui Não

A Dengue é uma infecção viral transmitida pela espécie fêmea do mosquito Aedes aegypti. O Ministério da Saúde (MS) registrou o primeiro caso da doença no Brasil em 1981, apesar de relatos da doença já aparecerem desde o final do século XIX. Em 1986 surgiram as primeiras epidemias de Dengue, em capitais do Nordeste e no Rio de Janeiro. Desde então, a doença tem sido um problema de saúde pública não só no Brasil, uma vez que a Organização Mundial da Saúde (OMS) colocou a dengue entre as 10 ameaças globais à saúde em 2019.

A Dengue clássica tem sintomas como febre alta já de imediato, com temperaturas acima de 38,5ºC, dores intensas de cabeça, nos olhos e nos músculos do corpo inteiro. Em metade dos casos, manchas avermelhadas pelo corpo surgem em torno do 4º dia da infecção. São sintomas comuns também calafrios, náuseas e vômitos. Existem quatro vírus que podem ser causadores da infecção: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4.

No município possuímos uma unidade sentinela da dengue que fica na Unidade de Saúde do Cachoeira, onde os profissionais estão capacitados para receber pacientes com suspeita de dengue. As demais unidades também podem receber pacientes suspeitos, pois todos conhecem o protocolo a ser adotado.

O setor de endemias do município quem faz o acompanhamento do índice de infestação por Aedes aegypti, com vistorias nos imóveis e pontos específicos onde podem ser grandes geradores de focos de larvas. Em todo imóvel onde foram encontradas formas imaturas de Aedes aegypti, o responsável é notificado e fica nos registros internos do setor a ocorrência. Além das vistorias temos o projeto “Dengue Aqui Não” onde a temática da dengue é trabalhada nas escolas, centros da terceira idade e nos prédios públicos, além de divulgação quinzenal do boletim da dengue nas redes sociais e grupos do município. São realizados também mutirões de limpeza visando à eliminação de criadouros das residências. Hoje o setor de endemias também conta com veículo que recolhe pneus em desuso nas residências no momento da visita domiciliar. Mas, não é preciso esperar o agente ir até sua casa para o descarte dos pneus, eles podem ser levados para a caçamba que fica localizada na secretaria do meio ambiente. As borracharias por serem grandes geradoras precisam levar seus pneus de descarte para a caçamba que fica na secretaria do meio ambiente do município, para que os mesmos sejam descartados de maneira correta pela empresa especializada. Isso tem ajudado a diminuir o número de focos encontrados, pois o maior criadouro no município é o pneu, e o seu descarte irregular trás enormes prejuízos a saúde e ao meio ambiente.

A melhor forma de se prevenir contra a Dengue é o combate e eliminação ao mosquito transmissor. O Aedes aegypti se prolifera ao depositar seus ovos em locais com água parada, como pneus, garrafas, vasos de plantas, bebedouros e caixas d'água. Diferente do que se acredita, o Aedes não se reproduz apenas em água limpa, já que se adaptou ao ambiente urbano, à poluição da água e a recipientes artificiais. Por isso, o recomendado é não deixar água parada em nenhum local e contribuir com a conscientização coletiva de inspeção de focos de proliferação em casas e quintais, locais públicos e terrenos baldios. Além da dengue o Aedes aegytpi também transmite a Zika e Chicungunya.

Faça sua parte. Ajude a eliminar os possíveis criadouros da dengue. Olhe seu quintal semanalmente. No caso das denúncias, estas podem ser feitas através do canal 156.


Av. Emílio Johnson, 360 - 83501-000 - Almirante Tamandaré - PR | Última Atualização: 11/Setembro/2021 às 17:59:53