Telefone: (41) 3699-8600(Centro) - (41) 3699-8700(Cachoeira)

» Inaugurada a Biblioteca Municipal do Cachoeira

14 de Dezembro de 2018 às 19h06

A reabertura da Biblioteca Municipal Valério Milek e da Plataforma Elias Laibida, no bairro do Cachoeira, contou com a presença demoradores de Almirante Tamandaré que foram contemplar a restauração completa do imóvel, a passagem da Maria Fumaça e o Auto de Natal. Segundo a empresa Rumo, cerca de 12 mil pessoas participaram dos eventos.

A revitalização da biblioteca contou com recursos feitos numa parceria entre a Prefeitura Municipal, a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Ministério da Cultura (MINC). O dinheiro veio do Minc e só poderia ser usado na reforma do prédio – que estava completamente abandonado. Os recursos aportados foram para a realização de estrutura de concreto para aumentar a estabilidade da edificação, substituição completa das paredes, do forro, da cobertura, da estrutura do telhado, das portas. Havia infiltrações, cupim. O entorno foi revitalizado e a Prefeitura cuidou da acessibilidade – que é feita pelos fundos da biblioteca.

O orçamento foi realizado com base na planilha da própria CEF, com valores pré-estabelecidos pelo governo federal. Toda a licitação foi colocada para acompanhamento do público e concorrência entre as empresas participantes, não havendo qualquer questionamento jurídico. “Estamos com isto valorizando o que é nosso e dando condições de acesso aos livros e à leitura para as crianças e os estudantes que não podem fazer pesquisas virtuais ou que queiram aprofundar o conhecimento. Investir em cultura e educação é investir no futuro”, enfatizou o prefeito Gerson Colodel, na inauguração.

MINC – Na inauguração,o prefeito citou o ex-diretor do Ministério da Cultura, Alfredo Bertini, que conseguiu os recursos para Almirante Tamandaré. Abaixo, o texto enviado logo após a transmissão da inauguração pelo próprio Alfredo Bertini – que esteve na cidade na inauguração do CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados Lauro Schlichting):

 

“Hoje tive mais uma alegria, pelo resultado de um gesto de sensibilidade quando estive como Secretário Nacional de Infraestruturado Ministério da Cultura.

Ao visitar uma obra do equipamento principal da Secretaria (o CEU ), na cidade de Almirante Tamandaré no PR, justo no caminho,vejo uma velha Estação Ferroviária no chão e fico sabendo que nela funcionava uma das Bibliotecas da Cidade. Fim de exercício orçamentário-fiscal, poucos recursos, encarei o desafio de ajudar no soerguimento daquele simples mais importante espaço cultural.  Meu sentimento era fazer e o desafio era cumprir os prazos burocráticos legais.

Bem, deu tudo certo. Já foi o exemplo de realização poder aprovar o projeto e liberar o crédito, com o esforço conjunto da minha equipe do MinC e da Prefeitura de Almirante Tamandaré. Esse exemplo muito me orgulhou, pois não foi pedido político, não foi projeto previamente apresentado. Foi puramente sensibilidade e certeza de que valeria à pena arriscar.

Se a emoção já foi grande por Isso, imagina receber hoje um vídeo que não só constate o restauro do prédio (um ano depois). O mais marcante foi constatar a lembrança do próprio Prefeito no seu discurso de reinauguração, quando não estou sequer no cargo.  A minha intuição e a sensibilidade funcionaram. Não apenas pela decisão de fazer. Também pela percepção de que podemos acreditar nas pessoas. E dos dois lados que podem fazer algo acontecer.

Obrigado SEINFRA!

Obrigado Prefeito Gerson, Telma e toda equipe de Tamandaré!”


Assine Nossa Newsletter

Av. Emílio Johnson, 360 - 83501-000 - Almirante Tamandaré - PR | Última Atualização: 06/03/2019 às 18:59:53